Professores cantam contra o governo em protesto no Dique do Tororó

Nem a chuva, nem a greve dos rodoviários foram capazes de impedir os professores da rede estadual de ensino, em greve há 45 dias,  de ir às ruas protestar na manhã desta sexta-feira (25), no Dique do Tororó, no centro de Salvador.

A manifestação foi embalada por paródias e gritos de guerra que tiveram como alvo principal o governador Jaques Wagner (PT), que não foi o único a cair na boca dos docentes. Os petistas Nelson Pelegrino, pré-candidato à prefeitura de Salvador, e Zé Neto, líder do partido na Assembleia Legislativa (AL-BA), também tiveram seus nomes gritados como traidores da categoria.

Segundo informações da Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador), a passeata deixou o fluxo de veículos lento na região e seus reflexos puderam ser sentidos, desde as 9h, nas avenidas Bonocô e Paralela, além das regiões do Iguatemi e central da cidade. Ainda de acordo com o órgão, até as 11h20 o movimento não havia se dissipado e o congestionamento persistia, ainda que em menores proporções.

Fonte: Bahia notícias

Leia mais sobre a greve dos professores aqui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.